Hyung (Hyeong, 품새), Poomsae e Tul (Teul,틀) são os nomes que se dão as formas ou diagrama nas artes marcais coreanas, conhecido também como Kati no Kung Fu e Kata nas artes marciais japonesas, como o Karate e o Judo.

Apesar do mesmo significado, Hyung era usado no passado mais remoto, Poomsae foi adotado pela WTF e Tul pela ITF.

Em tempos remotos as formas eram um jeito de passar as principais técnicas de diversos estilos para a geração seguinte, preservando assim a essência da arte marcial. Era comum identificar o estilo observando o praticante que executava a forma, e também era comum pedir para o praticante que se dizia aluno de algum estilo especifico executar a forma como uma espécie de documento de comprovação.

No Taekwondo as três principais escolas são o Taegeuk (praticada pela WTF), Chang Hon (praticado pela ITF) e os Palgwae (antigas formas usadas antes da fundação da Kukkiwon).

As formas no Taekwondo são do estilo de movimentos duros e retos (como no Karate) e por causa disso é exigido movimentos precisos e explosivos. Os chutes tem que seguir essa linha também, assim como as bases tem que estar bem definidas. A velocidade entre um golpe e outra não pode ser lenta demais, e nem rápida demais, um bom diagrama tem que ser bem cadenciado.

As formas são o espirito das artes marciais, os benefícios da pratica são inúmeros:

1 – Melhora na coordenação;

2 – Melhora no condicionamento e respiração;

3 – Melhora da técnica;

4 – Melhora da postura;

5 – Melhora no controle de chute;

6 – Melhora da concentração;

7 – Pode ser praticado até a idade mais avançada;

Como podemos ver, a constante pratica das formas é de vital importância para o praticante, sendo que jamais deve ser negligenciada ou abandonada.

Abaixo um vídeo do Koryu Poomsae sendo realizado em um torneio.

Poomsae